30.1.08

Ainda a nova lei

Acho que anda tudo armado em parvo com esta história, tanto uns como outros. Só estou a rematar porque preciso de desabafar. Tem que haver bom senso nesta questão e é bastante fácil haver.

Em todas as empresas onde trabalhei é proibido fumar no interior das instalações, em particular na Siemens Portugal, onde, mesmo no jardim havia locais adequados a esse fim; nunca vi ninguém a contestar, aliás, os que conheci ainda se gabavam de estarem a fumar menos desde que ali tinham começado a trabalhar. Só lhes fazia bem.
A questão que se levanta é óbvia: quando são os “patrões” a ditar as regras está tudo bem, quando é o governo, vamos lá a dizer mal que já se faz tarde. Bolas!

Aos fumadores:
(Vá tenham lá bom senso)
Acham correcto/elegante fumar no local de trabalho?
Acham correcto/elegante num restaurante fumar à mesa? Tem graça é que o restaurante também é o local de trabalho de alguém...
E em hospitais?
Bolas, em elevadores?
Em bares?
Em discotecas?
Tudo bem, em locais de lazer acho que devem fazer salas para quem quer fumar, como vi nos EUA, com todos os confortos e ventilação necessária.
Ah e não venham com a “típica” história dos que não usam carros e que não querem “fumar” escape; isso tem graça, é que os gases produzidos pelas vaquinhas fazem mais mal ao ambiente que o CO2 libertado por todos os automóveis. E esta hein? Pois bem!! Eu sou vegetariano quero um universo só para mim! Opa, chega de radicalismos.
A nova lei faz todo o sentido e deixem-se de birras.

P.S: Para a ASAE: eu uso e sempre usarei colher de pau!

4 comentários:

fuminhos disse...

O autor do post...
ou fumou alguma coisa...
ou algum cigarro lhe tentou bater quando era pequenino...
ou é o António Nunes...
ou é o verdadeiro ressabiado...

Pedro Cheganças disse...

Play, (posso tratar-te assim??) agora é que lhes disseste tudo! Estou contigo nesta história.

margarido disse...

Isso de andar tudo a espingardar já passou um bocadinho... alguns anormais continuam a achar que podem fumar mas, bem vistas as coisas, contra a estupidez não há remédio!

mokinhas disse...

Pronto... já lançaram os foguetes e apanharam as canas.

Agora deixem-se de birras e deixem os outros fumar em paz onde ainda é possível. Qualquer dia vão dizer que também estamos a poluir o ar público(mais do que as vacas).

Mas por acaso o "ar é vosso"?